História da ESAG

Escola Secundária de Almeida Garrett

O Decreto-lei nº 45.636 de 31 de Março de 1964 concedeu a Vila Nova de Gaia a Escola Oficial a que desde há muito tempo tinha direito. Abriu ao público com uma secção masculina – dependente do Liceu Alexandre Herculano – e uma feminina – dependente do Liceu Rainha Santa Isabel.

A Escola, hoje denominada Secundária de Almeida Garrett abriu no ano letivo de 1966/67, a 10 de Outubro, com o ensino até ao 5° ano (atual 9° ano), como Liceu Nacional de Vila Nova de Gaia, estabelecimento de ensino misto – para ambos os sexos – tendo sido criados nos anos seguintes, progressivamente, o 6° e 7° anos, então 3° ciclo dos liceus (ou curso complementar), o que se traduziu numa inovação das características de ensino/aprendizagem influenciadoras de uma nova orientação da escola.

Após algumas transformações, decorrentes das alterações políticas da Revolução de 25 de Abril, do alargamento da escolaridade obrigatória, da criação dos cursos noturnos, da abertura de novas escolas do 2° e 3° ciclos do ensino básico nas áreas circundantes, o Liceu Nacional de Vila Nova de Gaia passou a designar-se Escola Secundária nº 2 e, mais tarde, pela Portaria 261/87, de 2 de Abril, tomou o nome atual de Escola Secundária de Almeida Garrett.

Mensagem de boas-vindas

A Direção, enquadrando as suas funções e atividades no Projeto Educativo que envolve toda a Comunidade Escolar, pugna pela criação das condições – logísticas, materiais e humanas – que propiciem o bem-estar e o equilíbrio, tão necessários ao desenvolvimento das competências, capacidades e qualidades de cada um dos Alunos desta Escola. Com a dedicação, profissionalismo e humanismo de cada um dos Profissionais que aqui laboram e a colaboração, o estudo, o desenvolvimento e desempenho dos nossos Alunos, Pais e Encarregados de Educação, somos e seremos “A Melhor Escola”.

Dr. Paulo Mota

O Diretor

Órgãos de Gestão

ESAG é administrada e gerida pelos seguintes órgãos: Conselho GeralDireção, Conselho Pedagógico e Conselho Administrativo.

Conselho Geral é o órgão responsável pela definição das linhas orientadoras da atividade da Escola, com respeito pelos princípios consagrados na Constituição da República e na Lei de Bases do Sistema Educativo.

Direção representa o órgão de administração e gestão da Escola nas áreas pedagógica, cultural, administrativa e financeira.

Conselho Pedagógico é o órgão de coordenação e orientação educativa da Escola, nomeadamente nos domínios pedagógico didático, da orientação e acompanhamento dos alunos e da formação inicial e contínua do pessoal docente e do pessoal não docente.

Conselho Administrativo é o órgão deliberativo em matéria administrativo-financeira da Escola.

Composição do Conselho Pedagógico

Diretor/ Presidente do Conselho Pedagógico
António Paulo da Silva Mota

Coordenadores de Departamento
João Alberto Teixeira Vieira Gomes (Matemática e Informática)
Maria Marcelina Rodrigues Vasques (Ciências Experimentais)
Maria Edviges Alves Miranda Amorim (Expressões)
Eugénia Maria Ferreira Morais (Línguas)
Maria de Jesus Torres Baptista (Ciências Sociais e Humanas)

Representante de Projetos
Elisabete Maria Pinto Gomes

Coordenadores dos Diretores de Turma
Anabela Oliveira Dias (Ensino Básico)
Maria de Lurdes Pinto Vergueiro (Ensino Secundário)

Coordenador da Biblioteca Escolar
José Manuel Vilela Varela

Coordenadora do Serviço de Psicologia e Orientação
Regina Maria Fernandes A. Fernandes